Bloco de Carnaval Bloquinho e Buchecha

 

Carnaval em São Paulo com Alegria, muita descontração e diversão?

Confira a entrevista exclusiva com Arthur Cury, um dos organizadores do Bloco de Carnaval Bloquinho e Buchecha, que pretende levar no próximo dia 27/02 muita festa e alegria às ruas de São Paulo.

 

 

 BYCR: Como surgiu a ideia de montar um bloco de carnaval?

Arthur: Surgiu de uma ideia de amigos da época de Colégio Dante Alighieri, queríamos formar um bloco de carnaval em São Paulo e fazer uma festa para amigos com um som bacana. Juntos pensamos em trocadilhos que envolvessem bandas famosas com temas de carnaval. Nessas conversas surgiram vários nomes, como por exemplo, “Um minuto para o fim do bloco” e “Me apaixonei pelo bloco errado”, durante a volta de uma viagem, para distrair-nos enquanto voltávamos para São Paulo, fomos falando nomes de blocos, um desses nomes foi Bloquinho e Buchecha e foi o que pegou mesmo.

 

BYCR: Você sempre gostou de carnaval, como nasceu esse gosto pelos blocos?

Arthur: A partir da faculdade tivemos um maior interesse em participar da cultura carnavalesca de São Paulo. Dessa forma, começamos a frequentar os bloquinhos regionais dos mais diversos estilos carnavalescos. Assim, curtindo ano após outro, acabou surgindo a ideia de formar o nosso próprio bloco.

 

BYCR: Como você encontrou pessoas com a mesma afinidade por este tipo de música e por blocos para montar o seu?

Arthur: Nossos amigos sempre foram festeiros. Curtiam sair e se divertir independentemente do tipo de festa, do tipo de música, do tipo de gênero, do tipo de público etc.

 

BYCR: O que o seu bloco procura proporcionar ao folião?

Arthur: Diversão, muita alegria e momentos de comemoração e confraternização entre amigos.
BYCR: Quais as dificuldades encontradas no início para viabilizar esta ideia?

Arthur: Definir trajetos, procurar patrocinadores e até a se preocupar com o serviço e cuidados ao folião.

 

BYCR: Comente-nos qual foi o seu sonho ao lançar este bloco? Ou seja, o que você esperava no inicio?

Arthur: No início pensávamos em fazer um bloco com 2 ritmistas e tocar músicas do CPM 22 em estilo carnavalesco.  Após isso, fomos querendo mais e mais e tivemos a brilhante ideia de nos registrar na Prefeitura de São Paulo para fazer o negócio direito. E então, as responsabilidades vieram até que fomos obrigados a nos preparar para algo maior, onde pudéssemos garantir diversão para todos.

<a href=”http://www.freepik.com”>Designed by Freepik</a>

BYCR: E hoje quais são as maiores dificuldades encontradas hoje em dia?

Arthur: Nós somos um bloco independente e bancamos toda a estrutura oferecida do nosso próprio bolso. Gostaríamos de ter apoio de algum parceiro que pudesse os ajudar nos custos.

 

BYCR: O seu bloco tem um tema?

Arthur: Sim. Claudinho e Buchecha.

 

BYCR: Como é composta a banda do bloco? Quantos integrantes? Quais instrumentos?

Arthur: Em parceria com a bateria Imperial do Insper, teremos 9 caixeiros, 4 surdos, 2 ripas, 3 ganzás e uma banda com 1 guitarristas, 1 baixista e 2 vocalistas.

 

BYCR: Qual a música carro chefe que embalará os foliões?

Arthur: Sucessos da dupla Claudinho e Buchecha como Só Love, Conquista e Quero te Encontrar.
BYCR: O que inspirou esta música?

Arthur: O funk da moda antiga, que ouvíamos em época de colégio.

 

BYCR: O Bloco tem abada ou uniforme?

Arthur: Apenas camisetas para banda, vamos vende-las para arrecadar dinheiro para cobrir os custos. Nossa ideia é fazer um bloco democrático e para todos.

 

BYCR: Comente sobre uma situação engraçada que tenha vivido durante a folia?

Arthur: Ahh…, são tantas que precisaríamos um dia inteiro para contar haha.

BYCR: E os namoros? São comuns surgirem namoros durante o trajeto do Bloco? Comente alguns casos que se recorde?

Arthur: Carnaval é uma loucura. Então nunca sabemos o que vai acontecer. Namoros podem surgir a qualquer momento, até mesmo num bloco de Carnaval.

 

BYCR: Quem deve procurar o seu bloco?

Arthur: Esse bloco é para todas as idades, todas as opções sexuais, todo os estilos, para todos aqueles que procurem diversão.

BYCR: Quantas pessoas se juntaram ao seu bloco no carnaval passado?  E neste ano, quantas pessoas espera?

Arthur: Esse é nosso primeiro desfile. Esperamos um público entre 5 e 7 mil pessoas.

 

BYCR: Como você divulga esta atividade?

Arthur: Facebook, principalmente. E boca a boca entre amigos e outros tipos de mídia que vieram nos procurar, como UOL, Folha de São Paulo, Estadão e Catraca Livre.

BYCR: Que dia vocês irão à rua?

Arthur: Segunda feira de Carnaval, dia 27/02 às 13hrs (início da concentração)

 

BYCR: Qual o trajeto?

Arthur: Praça Gioia Júnior, Rua Horácio Lafer, Rua Lopes Neto, Rua Leopoldo Couto de Magalhães, Rua Henrique Chamma.

a href=”http://www.freepik.com”>Designed by kjpargeter / Freepik</a>

 

 

BYCR: O que as pessoas devem fazer para acompanhar o bloco?

Arthur: Se fantasiar, abrir a cabeça para um mundo de coisas novas, estar pronta para pular a tarde inteira e esperar por muita alegria e descontração.
BYCR: Onde será a concentração do Bloco?

Arthur: Na Praça Gioia Júnior, 100 – Itaim Bibi. Próxima à estação Cidade Jardim da CPTM.

BYCR: Como será a concentração?

Arthur: Vamos ter DJs tocando o melhor dos anos 90 e agitando a galera até a hora de entrada da bateria, que será por volta das 15hrs.

Serviço
Bloquinho e Buchecha
Data:  27 de fevereiro
Horário: 13h00
Local: Praça Gióia Júnior  – Itaim​

No comments

Carla Riso

25 anos de experiência na função de Gerente e Diretora de Marketing, elaborando e executando estratégias e iniciativas de Marketing, Mídia & Estratégias Digitais integrados, incluindo branding, digital, e-business, CRM, on-line, mídia social, através de técnicas de “cross-functions” com análise em tempo real, no Brasil e no exterior. Acostumada a provocar a expansão da carteira de clientes através da inclusão de Leads, do retorno de inativos e a fidelização; com aumento da intenção de compras em todas as linhas de negócios, do ROI e da receita.

Carla RisoBloco de Carnaval Bloquinho e Buchecha

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *